Já sabe quanto pagou de comissões bancárias em 2020?

Escrito por Conselhos do Consultor

10.02.21

}
4 min de leitura
Extrato Comissões Bancárias

Todos os anos os bancos devem enviar aos clientes o extrato de comissões total. O envio acontece em janeiro e o extrato é referente ao ano anterior. Confirme se recebeu o seu e se os valores estão corretos.

O extrato de comissões bancárias é um documento que detalha todas as comissões associadas à sua conta à ordem. Os bancos devem enviá-lo aos clientes todos os anos, no mês de janeiro. Contudo, a informação do extrato é sempre referente ao ano anterior. Ou seja, em janeiro de 2021 o seu banco teve que lhe enviar o extrato de 2020.
Para além da obrigatoriedade no envio, os bancos devem respeitar um conjunto de regras impostas pela Comissão Europeia. Por isso, descubra a seguir quais são as regras e entenda se o seu banco as cumpre.

Como é que o cliente tem acesso ao extrato?

Habitualmente os bancos enviam o documento por e-mail, correio ou disponibilizam no homebanking ou na App do banco. No seu caso em particular, vai depender do meio de comunicação habitual que tem com o seu banco.
Contudo, há regras que os bancos devem cumprir no envio do documento:

  • Caso receba o extrato de comissões por e-mail, no campo do assunto deve constar a expressão “extrato de comissões”;
  • Caso este documento fique disponível através do homebanking ou da app bancária, a instituição em causa deve ainda informar o cliente, por e-mail ou por SMS, sobre o local do site ou da app onde é possível consultar o extrato de comissões.

Por isso, deve confirmar se já recebeu o extrato numa destas vias. Contudo, caso não o encontre, deve contactar o seu banco para resolver o problema.

Que informação deve incluir o extrato?

De acordo com o Banco de Portugal, o documento deve ter a seguinte informação:

  • A comissão cobrada por cada serviço e o número de vezes da sua utilização;
  • O montante total das comissões cobradas para todos os serviços prestados durante o ano anterior;
  • A taxa de juro aplicada à facilidade de descoberto, se a tiver contratado, ou a eventuais ultrapassagens de crédito, e o montante total dos juros cobrados;
  • A taxa de juro remuneratória aplicada à respetiva conta à ordem, se existir, e o montante total dos juros auferidos.

Exemplo de Extrato de Comissões

Segundo o Banco de Portugal, “extrato de comissões veio substituir a chamada “fatura-recibo” e tem um formato e um símbolo normalizados, definidos pela Comissão Europeia.” Deixamos a seguir um exemplo do extrato de comissões anual do ActivoBank com o símbolo identificador normalizado e o título obrigatório “Extrato de Comissões”:
Extrato Comissões Modelo
Depois, devem aparecer obrigatoriamente todas as informações descriminadas:

Extrato Comissões Modelo

O cliente deve conseguir perceber quanto pagou e quantas vezes, sendo obrigatório incluir a informação dos serviços (classificação, número de vezes, preço unitário e o total de comissões nesse serviço). Depois, deve então aparecer o total de comissões pagas pelo cliente.
No mesmo extrato, é ainda obrigatório a descriminação dos juros, cobrados ou auferidos, dependendo de cada caso.
A Comissão Europeia definiu um documento padrão para que se aumentasse a transparência da informação das comissões bancárias. Por isso, anualmente, todos os clientes devem receber este documento com todas as informações obrigatórias.
O nosso conselho é que confirme se já o recebeu e analise com cuidado as comissões que pagou. É comum os clientes não saberem o valor das comissões que o banco cobra em cada serviço. Se no seu agregado familiar existirem outras pessoas com contas bancárias, então compare as comissões e faça uma avaliação dos valores que estão a pagar no total.
Não se esqueça que, desde janeiro deste ano, entraram em vigor novas regras para a cobrança de comissões. Consulte o nosso artigo “Comissões Bancárias: estas são as comissões que o banco já não lhe pode cobrar” para saber o que mudou.
_
Leia também: Fim das Comissões Bancárias Aprovado

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes

Comentar

Outros Conselhos do Consultor

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *