Tem mais de 55 anos e procura emprego? Conheça a organização 55+

Escrito por Conselhos do Consultor

06.07.21

}
4 min de leitura
Emprego mais 55 anos

Entrar novamente no mercado de trabalho com mais de 55 anos pode ser um verdadeiro desafio. Para dar resposta a este problema, surge a organização 55+.

Ficar sem emprego depois dos 55 anos, pode ser uma situação complicada. Primeiro porque estas pessoas ainda estão longe da idade da reforma, que em 2021 é aos 66 anos e 7 meses . Depois, porque o mercado de trabalho tende a evitar a contratação de pessoas com mais idade, apesar de toda a experiência e conhecimento que possuem. A pensar nesta problemática, a organização 55+ dedica-se exclusivamente a apoiar a contratação dos profissionais com mais de 55 anos. Se é o seu caso, entenda a seguir como se pode inscrever e candidatar às ofertas de emprego disponíveis nesta organização.

Como funciona a organização 55+?

A organização 55+ é uma entidade de economia social que surge com o objetivo de prevenir a inatividade das pessoas com mais de 55 anos inativas pelo desemprego ou pela reforma. O objetivo “é valorizar, ativar e integrar estas pessoas, reconhecendo os seus saberes e competências e transformando-os em serviços úteis para a comunidade”, tal como se pode ler no portal da 55+.

Através do portal da 55+, as pessoas com mais de 55 anos podem-se inscrever como “especialistas 55+”. Depois, passam por uma série de avaliações para garantir que estão aptas a prestar os diferentes serviços disponíveis. Os serviços disponíveis no portal são todos remunerados e podem ser solicitados por qualquer pessoa, neste caso por qualquer cliente da 55+. Para além dos serviços remunerados, a organização também promove workshops, convívios e formações para os especialistas 55+.

Quais são as tipologias de emprego disponíveis?

A organização 55+ disponibiliza um conjunto de serviços no portal a serem desempenhados pelos especialistas 55+:

  • Refeições ao domicílio (feitas em casa do cliente);
  • Companhia de animais de estimação (passeios diários ou ficar com eles durante as férias do cliente);
  • Acompanhamento de crianças (em casa, deslocações para escola, ATL, ou rotinas diárias);
  • Acompanhamento de seniores (companhia, fazer atividades, dar uma volta ao bairro ou acompanhar em deslocações ao médico);
  • Aulas de música (guitarra, violino ou outro instrumento);
  • Aulas de línguas (português, inglês, espanhol ou francês);
  • Jardinagem (manutenção ou criação de varandas/jardins);
  • Pequenas Reparações (pendurar candeeiros, quadros, pinturas, pequenos isolamentos, etc.);
  • Reparações Especializadas (eletricidade, carpintaria, canalização, etc.);
  • Costura (Pequenos arranjos de costura, possibilidade de recolha e entrega na sua casa);
  • Passar a Ferro (para tratar da sua roupa na sua casa ou com recolha e entrega da mesma);
  • Limpezas (serviço regular ou pontual de limpeza de casas privadas, condomínios ou escritórios).

Apesar desta lista que consta no portal da 55+, qualquer possível cliente pode sugerir novos serviços tendo em conta a suas necessidades. Depois, a organização analisa as capacidades dos diferentes especialistas para perceber se tem alguém que se enquadra no serviço.

Como fazer a inscrição?

Para se inscrever para ser um especialista da Organização 55+ deve preencher este formulário disponível no portal da organização:

Formulário Organização 55+

 

Depois de preencher o formulário, o processo decorre desta forma:

  1. Aguarda o agendamento da validação dos seus serviços;
  2. Presta os serviços solicitados pelos clientes: a 55+ serve como intermediária entre o cliente e o especialista. Ou seja, sempre que surgir um pedido de serviço, a 55+ entra em contacto consigo;
  3. Recebe o pagamento pelos serviços: o pagamento realiza-se mensalmente consoante o volume de serviços realizados.

Também se pode inscrever como especialista por e-mail (info@55mais.pt) ou por telefone (930 55 65 75).

Como funciona o pagamento?

O valor do serviço é pago pelo cliente diretamente à 55+, sendo que cada serviço tem um preço mínimo. Depois, o especialista receberá o pagamento de acordo com o serviço que irá realizar e horas de trabalho. “Os pagamentos são feitos no final de cada mês através de recibos verdes, ato único ou ainda em troca de outros serviços, que lhes sejam úteis, prestados por colegas 55+”, tal como explica a fundadora da 55+, Elena Durán, ao Jornal Económico.

Se lhe restar qualquer dúvida, não deixe de consultar toda a informação disponível no portal da 55+ e, se necessário, entre em contacto com a organização.

_

Leia também: Está à procura de emprego? Estes 9 apoios podem ajudar

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes

Comentar

Outros Conselhos do Consultor

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *