Saúde Dentária: como conseguir consultas gratuitas ou mais baratas

Escrito por Cláudia Oliveira

21.09.21

}
6 min de leitura
Saúde Dentária

Precisa de apoio para as consultas e tratamentos no dentista? Entenda como pode beneficiar de consultas gratuitas ou mais baratas.

A saúde dentária é uma das vertentes mais descuradas pelas portugueses, muito por causa do elevado valor das consultas e tratamentos. Contudo, adiar esses cuidados pode significar problemas orais graves e gastos inesperados. Neste artigo explicamos-lhe algumas das opções disponíveis que lhe permitem beneficiar de consultas dentárias gratuitas ou mais acessíveis.

Use os Cheques-Dentista 

Já ouviu falar dos cheque-dentista do Serviço Nacional de Saúde (SNS)? Estes cheques possibilitam o acesso aos cuidados dentários: consultas de prevenção, diagnóstico e tratamento. Contudo, nem toda a gente pode beneficiar deste apoio. Os beneficiários são:

  1. Crianças e jovens até aos 18 anos;
  2. Beneficiários do Complemento Solidário;
  3. Grávidas acompanhas no SNS;
  4. Utentes portadores de infeção por VIH/SIDA;
  5. Utentes com lesão suspeita de cancro oral.

Se estiver num destes grupos de beneficiários, deverá marcar consulta no seu médico de família para requisitar o cheque-dentista. Contudo, para as crianças com mais de 6 anos, o acesso ao cheque é decidido em ambiente escolar, tal como explica o SNS.

Onde é possível utilizar os cheques-dentista?

Pode utilizar o cheque-dentista num médico aderente ao Programa Nacional de Promoção da Saúde Oral. Para saber quais são, deve consultar a lista nacional de médicos aderentes. Importa esclarecer que pode usar o cheque em qualquer ponto do país, independentemente da sua zona de residência.

Quantos cheques-dentista são atribuídos?

  • Grávidas: máximo de 3 cheques-dentistas por gravidez, a utilizar até 60 dias após a data prevista para o parto ou da data efetiva do mesmo;
  • Beneficiários do Complemento Solidário: até 2 cheques-dentistas por ano, a utilizar num período de 12 meses;
  • Utentes portadores de infeção por VIH/SIDA: até 6 cheques-dentistas;

Para crianças e jovens o número de cheques e tratamentos varia com a idade. Aconselhamos que consulte o guia cheque-dentista para crianças do SNS.

Quais são os tratamentos incluídos?

  • Tratamentos preventivos
  • Restaurações
  • Desvitalizações
  • Extrações
  • Destartarizações
  • Alisamentos radiculares

Aconselhamos que consulte toda a informação sobre os cheques-dentista no portal do SNS.

_

Leia também: Tudo o que deve saber sobre Seguro de Saúde

Marque Consultas de Medicina Dentária no Centro de Saúde

Esta é uma opção menos abrangente do que a anterior. Infelizmente as consultas de medicina dentária não estão disponíveis em todos os centros de saúde. Por isso, deve confirmar se o seu centro de saúde tem acesso a estas consultas. Para isso, deve procurar neste mapa o centro de saúde mais próximo da sua área de residência. Se aparecer o seu Centro de Saúde, Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) ou Unidade Local de Saúde (ULS), então tem acesso a consultas de saúde oral, tal como explica o SNS.

Para marcar a consulta deve falar com o seu médico de família. Caso não tenha médico de família, deve marcar com qualquer outro médico assistente do centro de saúde.

Aconselhamos que consulte toda a informação sobre as consultas de medicina dentária no centro de saúde no portal do SNS.

_

Leia também: 9 Vantagens de ter um Seguro de Saúde

Opte pelas Consultas de Medicina Dentária nas Universidades

Para conseguir consultas de saúde oral a preços mais acessíveis, pode recorrer às faculdades de medicina dentária. Como as consultas são realizadas pelos estudantes, têm preços mais acessíveis. Mas não se preocupe porque as consultas e tratamentos têm o devido acompanhamento pelos docentes da faculdade.

A oferta de faculdades de medicina dentária com estas consultas não é muito alargada, mas pode procurar na Faculdade de Medicina Dentária da Universidade do Porto ou na Faculdade de Medicina Dentária da Universidade de Lisboa.

_

Leia também: Seguro ou Cartão de Saúde: qual a melhor opção?

Investir num Seguro de Saúde pode ajudar

Investir num seguro de saúde pode ser uma opção para poupar algum dinheiro nos dentistas. Isto é especialmente importante para quem tem o hábito de ir com frequência ao dentista ou que prevê gastos avultados com algum tratamento. Por essa razão, deve ponderar incluir a cobertura de estomatologia no seguro de saúde. Contudo, é importante esclarecer que isto pode encarecer muito o seguro. Ainda assim, pode valer a pena. O importante é fazer algumas contas e conseguir um seguro saúde que responda às suas necessidades. Para isso, pode solicitar uma simulação gratuita através deste formulário. Depois, irá receber uma proposta com o seguro mais indicado para si ou para a sua família, sem qualquer compromisso ou custo.

Tenha em atenção que nem todos os atos médicos praticados pelos dentistas estão cobertos por todas as apólices de seguros. Ou seja, deve analisar com cuidado as exclusões para evitar surpresas negativas.

_

Leia também: 7 Dicas a ter em conta antes de escolher um Seguro de Saúde

Saúde Dentária – A prevenção é a melhor forma de poupança!

Quer gastar menos com os cuidados de saúde dentária? Então adote comportamentos preventidos. Eis algumas dicas para manter a saúde oral em dia e evitar problemas mais sérios (e gastos avultados):

  1. Deixe de fumar: não é novidade que o tabaco prejudica a saúde oral (e não só). Por isso, os fumadores tendem a sofrer mais com problemas dentários. Deixar de fumar é bom para a sua saúde no geral, mas também para a sua carteira;
  2. Tenha bons hábitos alimentares: comer bem é sempre uma boa dica para melhorar a sua saúde, incluindo a saúde dentária. Alimentos com muito açúcar são prejudiciais para os seus dentes. Por isso evite consumir muitos doces e refrigerantes;
  3. Marque as consultas de rotina no dentista: não passe muito tempo sem ir ao dentista. Existem muitos problemas dentários que só são detetáveis numa fase inicial pelo dentista. Por isso, não o procure apenas quanto já tiver dores ou encontrar algum problema. O ideal será marcar uma consulta de rotina de 6 em 6 meses;
  4. Mantenha uma boa higiene oral: certamente que já deve saber que é necessário lavar os dentes todos os dias. Contudo, deve garantir que o faz corretamente. Por isso, fale com o seu dentista e pergunte-lhe com que frequência deve lavar os dentes, como deve utilizar o fio dentário, que pasta e escova de dentes deve escolher, entre outros cuidados. Assim, estará a garantir que cuida corretamente da sua saúde dentária.

_

Leia também:  5 Dicas para Poupar Dinheiro na Saúde

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes

Comentar

Outros Conselhos do Consultor

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *