Reformar a Casa: 10 Perguntas e Respostas

Escrito por Cláudia Oliveira

29.10.21

}
5 min de leitura
Reformar a casa

Quer reformar a sua casa mas não sabe exatamente o que é possível fazer? Neste artigo explicamos-lhe em 10 pontos algumas das principais dúvidas que costumam surgir.

Chegou finalmente aquela altura em que vai avançar para a reforma da casa, mas agora surgem algumas dúvidas: será que posso trocar as divisões da casa de banho ou da cozinha? Será melhor aproveitar para trocar a instalação elétrica? E o ar condicionado, valerá a pena investir? Com base nas dicas da arquiteta Julia Velázquez no portal revistad.es, disponíveis também no portal Idealista, estas são as respostas às principais dúvidas:

1) É possível mudar a casa de banho para outro local da casa?

Sim, é possível. Contudo, há logicamente vários aspetos a considerar. Primeiro é necessário encontrar os tubos de drenagem das águas porque a sanita tem de estar instalada a um metro ou menos destas tubagens. Depois, é preciso garantir que é possível instalar o sistema de ventilação necessário.

2) É possível mudar a cozinha para outra divisão?

Também é possível. Contudo, também é preciso encontrar a localização da tubagem para drenar as águas do lava-louças, da máquina de lavar a roupa e da máquina de lavar a louça. Neste caso, a vantagem é que geralmente os tubos estão localizados em zonas mais elevadas aumentando assim o leque de soluções de deslocação da tubagem. Depois, também aqui é preciso respeitar as normas de ventilação. A instalação do gás deve ser realizada por uma especialista autorizado.

3) Deve-se melhorar o isolamento?

O isolamento da casa é algo importante pois aumenta o conforto e ainda ajuda a reduzir alguns gastos com aquecimento/arrefecimento. Por isso, a reforma da casa pode ser um bom momento para melhorar o isolamento. Pode mudar as janelas ou mesmo adicionar uma camada de isolamento nas paredes. Se a casa se situar no último andar, é também aconselhável isolar o teto para evitar fugas de energia através do telhado.

_

Leia também: 7 truques para aquecer a casa

4) Aquecer a casa: radiadores ou pavimento aquecido?

As duas soluções são boas. Os radiadores de água quente, sendo uma fonte de calor de baixa temperatura (50-60ºC), apresentam uma elevada inércia térmica. Ou seja, as divisões permanecem quentes por muito tempo mesmo depois da caldeira desligada. Já o pavimento aquecido, apesar de mais caro, proporciona um maior grau de conforto. Porquê? Porque distribui o calor de forma mais uniforme e a uma temperatura mais baixa.

A solução mais comum é o aquecimento elétrico por ser a opção mais barata. Contudo, é a mais cara em termos de consumo. Para além disso, possui um grau de conforto inferior devido à sua baixa inércia térmica porque assim que é desligado a sala perde calor.

5) O ar condicionado vale a pena?

Aqui a responde depende da localização e da estrutura da casa. A casa fica num local de extremos de temperatura (muito calor/muito frito)? Então talvez seja boa ideia instalar um ar condicionado. Se a casa tem boa exposição solar, também pode compensar o ar condicionado para baixar a temperatura da casa. Para instalar o ar condicionado o ideal é contactar um técnico especializado na área porque ele saberá escolher o melhor local para instalá-lo.

6) Quando se deve alterar a instalação elétrica?

A instalação elétrica deve ser alterada quando:

  • A casa vai ser reformada porque geralmente acrescentam-se mais eletrodomésticos ou aparelhos com uma maior potência. Para além disso, a caixa também deve ser modificada para proteger a nova instalação.
  • Os sistemas elétricos não estão de acordo com a regulamentação em vigor e precisam de ser atualizados.

_

Leia também: 8 Dicas para Poupar na Fatura de Eletricidade

7) Como escolher os materiais para a reforma da casa?

Saber escolher os materiais não é apenas uma questão de “bom gosto”. Um dos fatores a ter em conta é o clima do local da casa, isto porque há materiais mais adequados a um clima do que a outro. O mármore ou a pedra são agradáveis ​​em climas quentes e a madeira em climas frios, por exemplo. Depois, também é preciso ter em conta a capacidade de absorção de som, textura e durabilidade.

8) Como escolher as cores para pintar a parede?

Mais uma vez, escolher as cores para a parede não é apenas uma questão de “bom gosto”. É preciso pensar na luminosidade dos espaços. Quando uma sala recebe pouca luz é aconselhável optar por cores claras. Por outro lado, numa sala que recebe muita luz já é possível “brincar” com as cores mais escuras. Depois, é também importante pensar que a cor influencia o estado de espírito e, no caso de uma casa, é aconselhável optar por cores mais relaxantes.

9) É melhor pintar ou usar papel de parede?

As duas opções são válidas. Pintar as paredes requer uma base lisa, um bom acabamento e é mais fácil de substituir. A tinta dá um acabamento uniforme, mais tranquilo, e faz com que o foco da decoração da divisão recaia sobre outros elementos de decoração. O papel de parede exige também uma superfície em bom estado e aumenta as possibilidades de “brincar” com padrões e texturas.

10) Qual a relevância das torneiras?

As torneiras são um aspeto importante na usabilidade de diferentes componentes da casa. Aquando da reforma da casa é preciso não esquecer a função de cada torneira: as torneiras da cozinha são altas, as dos lavatórios são menos altas e as do banho têm várias saídas de água. Depois, é importante não esquecer que as torneiras precisam de ter boa qualidade para evitar a sua deterioração e fugas de água.

_

Leia também: Vale Eficiência – Como obter vales de apoio para obras em casa

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes

Comentar

Outros Conselhos do Consultor

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *