Férias e Saúde – Quais os cuidados a ter?

Escrito por Cláudia Oliveira

14.06.22

}
3 min de leitura
Férias Saúde

Vai viajar nas férias? Lembre-se que os imprevistos podem acontecer, como uma doença ou acidente, e por isso é melhor tomar algumas precauções antes de viajar.

Quando se marcam as tão aguardadas férias, a última coisa que se espera é ficar doente ou ter algum acidente. Contudo, é necessário agir de forma preventiva e tomar algumas precauções. Isto é especialmente importante se viajar para fora de Portugal, onde o acesso aos cuidados de saúde pode significar gastos muito avultados. Deixamos-lhe a seguir algumas dicas importantes que podem ajudar.

Férias e Saúde – Quais os cuidados a ter?

1) Férias dentro de Portugal

Se a sua decisão passa por marcar férias dentro de Portugal, então um seguro ou plano de saúde pode ser uma boa ajuda. Antes de marcar as suas férias, confirme se a rede de prestadores de cuidados médicos se estende ao seu destino. Ou seja, se no local para onde vai consegue facilmente aceder a uma clínica ou hospital onde pode usar o seguro. Ao confirmar essa informação, fica logo a saber para onde precisa de ir caso algo aconteça.

Se ainda vai aderir a um seguro de saúde, não se esqueça de ter o cuidado de analisar a rede de prestadores e as coberturas antes de escolher. Se precisar de ajuda, peça uma simulação gratuita. Assim, recebe uma sugestão de seguro de saúde adaptada às suas necessidades.

_

Leia também: 9 Vantagens de ter um Seguro de Saúde

2) Férias no Espaço Europeu

Se vai viajar pela Europa, então precisa de ter o Cartão Europeu de Seguro de Doença. Este cartão assegura o acesso a cuidados de saúde nos 27 Estados-Membros da União Europeia, Islândia, Liechtenstein, Noruega e Suíça. Trata-se assim de um cartão de modelo único e normativo que permite ao seu titular o acesso aos cuidados de saúde nos mesmos moldes que aos beneficiários do sistema de segurança social do país onde se encontram, tal como explica o Serviço Nacional de Saúde (SNS). Contudo, isso não significa que os serviços e cuidados médicos sejam gratuitos. Ou seja, cada país tem o seu próprio sistema de saúde e por isso terá que pagar os custos, se assim existem, em vigor no país.

O conselho da Segurança Social é que, antes de partir e chegar, se informe sempre sobre a assistência médica prestada no país em questão. Pode fazê-lo nesta página da Comissão Europeia, selecionando o país que pretende consultar.

Saiba aqui como pode solicitar de forma gratuita o Cartão Europeu de Seguro de Doença. 

3) Férias em destinos Exóticos

Para países asiáticos, africanos ou sul-americanos é preciso agir de forma preventiva. Ou seja, pode ser necessário tomar alguma vacina, por exemplo. Por isso, e segundo as recomendações da Deco, deve marcar uma “consulta do viajante com pelo menos um a dois meses de antecedência, para ter tempo, por exemplo, de se vacinar“. Para essa consulta deve levar consigo:

  • Documentos de identificação;
  • Boletim individual de saúde/vacinas ou certificado internacional de vacinação.

A Deco explica ainda que “se não puder ser visto por um especialista em medicina do viajante, o seu médico de família saberá dar-lhe conselhos sobre vacinação, medicamentos, higiene, cuidados com a água e alimentos. Pode até medicá-lo contra a malária ou administrar a vacina para a febre-amarela, por exemplo. Isto permite obter um certificado internacional de saúde, exigido nalguns países”.

_

Leia também: 5 Dicas para Poupar Dinheiro na Saúde

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes

Comentar

Outros Conselhos do Consultor

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado.