Crédito Habitação: está na altura de mudar para Taxa Fixa?

Escrito por Cláudia Oliveira

16.03.22

}
2 min de leitura
Crédito Habitação taxa fixa

Chegou o momento de mudar para taxa fixa? Com a possibilidade das taxas Euribor subirem, esta é uma dúvida importante para quem tem crédito habitação. Neste artigo explicamos-lhe o que deve ter em conta antes de decidir.

Ter dúvidas na escolha entre a taxa fixa e a taxa variável é algo muito frequente, especialmente para quem vai contrair um crédito habitação pela primeira vez. Contudo, esta dúvida também surge durante a vigência do empréstimo, especialmente em momentos de incerteza como aquele que vivemos.

É a altura certa para mudar para taxa fixa?

Temos recebido várias vezes esta questão. As notícias sobre a possível subida das taxas de juro são cada vez mais e isso, naturalmente, cria ansiedade para quem tem um crédito habitação com taxa variável. Se essa subida se verificar, isso terá um impacto nas prestações mensais.

Nos últimos anos compensou mais ter taxa variável porque a Euribor esteve e ainda está em valores negativos. Contudo, e segundo o Banco Central Europeu, é possível que se verifique um aumento das taxas de juro em 2022, embora possa não ser algo imediato. É também expectável que seja algo progressivo.

Por isso, a resposta à questão se é ou não altura certa para mudar para taxa fixa não é uma resposta simples. Não é possível prever o futuro e é preciso ter em conta alguns fatores. Em primeiro lugar depende sempre do sua aversão ao incerto. A taxa fixa pode ser uma boa opção para quem prefere saber exatamente quanto vai pagar de prestação mensal nos próximos tempos. Contudo, é prevísel que, a curto prazo, a taxa variável continue a compensar comparativamente à taxa fixa. A longo prazo ninguém pode afirmar o que vai acontecer.

Por outro lado, é preciso também pensar noutra perspetiva. Se tiver taxa variável neste momento, significa que tem uma prestação inferior àquela que teria com taxa fixa pelo facto da Euribor ainda estar negativa. Nesse caso, pode e deve aproveitar para poupar e ir amortizando. O problema é que isso não se verifica em muitos casos. Neste vídeo que publicámos no nosso Instagram abordamos essa questão de uma forma simples.

Para além disso, é sempre preciso fazer contas. No nosso canal de Youtube encontra dois vídeos em que percebe qual o impacto de cada uma das taxas no crédito habitação:

_

Leia também: Revisão do Crédito Habitação: há bancos a fazer 0.9% de spread

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes

Comentar

Outros Conselhos do Consultor

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado.