Eletricidade e Gás Natural – Conheça os aumentos para os próximos meses

Escrito por Cláudia Oliveira

23.03.22

}
3 min de leitura
Preços eletricidade e gás natural

Os preços da eletricidade e do gás natural vão aumentar já a partir de 1 de abril. Saiba o que vai mudar.

Para o mês de abril e de maio já são conhecidos alguns aumentos dos preços da eletricidade e do gás natural. Os diferentes comercializadores justificam esta decisão com o impacto nos mercados de energia provocado pelo conflito entre a Ucrânia e a Rússia. O primeiro comunicado da subida de preços foi da ERSE – Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos e pouco tempo depois, também a Galp e a EDP decidiram mexer nos preços para os próximos tempos. É expectável que outros comercializadores tomem a mesma decisão.

Quais são os aumentos para os próximos meses?

MERCADO REGULADO

No dia 15 de março a ERSE emitiu um comunicado onde refere que, perante a escalada de preços no mercado grossista de eletricidade, vai ser atualizado o preço da tarifa de energia do mercado regulado, em +5 euros por MWh, com efeitos a partir de 1 de abril de 2022.  Segundo a ERSE “esta atualização ocorre num momento em que os mercados de energia são particularmente afetados pelo conflito que decorre entre a Ucrânia e a Rússia, alterando os pressupostos que estavam na base dos preços em vigor no mercado regulado”.

E o que significa esta aumento na prática? Para a maioria dos clientes domésticos do mercado regulado, esta atualização significa um aumento de aproximadamente 3% na fatura média mensal de eletricidade. A ERSE deixou um exemplo do impacto desta subida:

Preços eletricidade ERSE

Exemplo do aumento do preço da eletricidade no Mercado Regulado divulgado pela ERSE.

Mas os aumentos não ficam por aqui. A ERSE também decidiu atualizar o preço da tarifa de energia no mercado regulado do setor do gás natural. Com a mesma justificação dada para o aumento na eletricidade, a ERSE informa através de um comunicado que “face à escalada de preços nos mercados grossistas do gás natural, atualizou o preço da tarifa de energia do mercado regulado, em +2 euros por MWh, com efeitos a partir de 1 de abril de 2022“.

Na prática isto significa um aumento de aproximadamente 3% na fatura média mensal de gás natural para a maioria dos clientes domésticos.  A ERSE deixou mais um exemplo do impacto dessa subida na fatura do gás natural:

Preços gás natural ERSE

Exemplo do aumento do preço do gás natural no Mercado Regulado divulgado pela ERSE.

EDP

No dia 17 de março a EDP Comercial anunciou que vai aumentar o preço da eletricidade aos clientes domésticos em 3% a partir de maio. A EDP referiu à Lusa que o “atual contexto internacional intensificou esta instabilidade e provocou uma subida no preço de aquisição de eletricidade, que é atualmente cerca de três vezes superior ao que foi registado no último trimestre do ano passado”.

GALP

Por fim, também a Galp anunciou que vai subir os preços das tarifas para os clientes domésticos. A partir de 15 de abril, o aumento será de até três euros no gás natural e entre um e dois euros na eletricidade. Na nota enviada aos clientes, a que a Lusa teve acesso, a Galp destaca que “os novos preços […] refletem o aumento do custo de aquisição de energia em linha com a evolução do preço no mercado internacional”, indicando os novos valores, mas sem referir a variação em causa. Contactada pela Lusa, fonte oficial da Galp adiantou que “para os principais escalões de gás natural os aumentos mensais variam entre os 1,6 e os três euros, e para as principais potências contratadas no caso da eletricidade entre um a dois euros“.

_

Leia também: Fatura da Luz e Gás – Quais são os impostos que pagamos?

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes

Comentar

Outros Conselhos do Consultor

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado.