Programa UPSkill – Candidaturas abertas

Escrito por Cláudia Oliveira

13.12.22

}
3 min de leitura
Candidaturas UPSKILL

Estão abertas as candidaturas para a 3º edição do programa UPSkill, um programa dedicado à formação dos desempregados na área das TIC.

O programa UPSkill destina-se à requalificação dos cidadãos desempregados ou em situação de subemprego. Para tal, através do UPSkill é garantida a formação em várias áreas das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC). Este é um programa financiado pelo Instituto do Emprego e Formação Profissional em colaboração com as empresas aderentes e diferentes estabelecimentos de ensino. Entenda a seguir como funcionam as candidaturas.

Como funciona o programa UPSkill?

O programa UPSkill entrou em prática em 2020, resultado de uma colaboração entre a APDC, o IEFP e a Academia (CCISP, ISCTE e Universidade do Algarve). O objetivo foi a criação de um projeto nacional que garantisse uma resposta à procura de talento qualificado nas áreas das TIC. A par desse objetivo, o projeto foi pensado para os cidadãos inseridos em áreas sem empregabilidade, embora se estenda a qualquer pessoa interessada. No final da formação, o objetivo é empregar os formandos nas empresas aderentes.

O funcionamento do programa divide-se em duas fases:

  1. Adesão das empresas e a identificação do número de profissionais que pretendem contratar, por tecnologia e localização. Com base nessas necessidades, passa-se à estruturação dos cursos de formação;
  2. Abertura de candidaturas aos interessados que cumpram os requisitos exigidos.

Quais os requisitos exigidos?

Os requisitos gerais para se candidatar ao UPSkill são:

  • 12º ano completo ou licenciatura pós-bolonha (a qualificação exigida depende de cada ação de formação)
  • Bom domínio de inglês (nível B2).

Nota: dependendo da formação, é possível que existam mais requisitos. Os requisitos inerentes a cada formação são sempre publicados no portal UPSkill.

Para além disso, não são aceites as candidaturas de:

  • Formandos anteriores, ou seja, candidatos que já frequentaram edições anteriores;
  • Licenciados em áreas tecnológicas, nomeadamente Engenharia Informática, Eletrotécnica, Redes e Telecomunicações e Computadores.

Como funcionam as formações?

As formações têm uma duração estimada de 6 meses, seguidos de 3 meses de formação em contexto de trabalho (FPCT) nas empresas aderentes (este período poderá ser alargado até um máximo de 6 meses). No final, existe uma tentativa de empregar o maior número de formandos nas diferentes empresas aderentes.

Durante o período de formação, é garantida uma bolsa de formação equivalente ao salário mínimo nacional. Depois, na fase de integração nas empresas, o salário mensal deverá ser, no mínimo, o equivalente a 1.200€ (valor que inclui subsídio de alimentação).

Como funcionam as candidaturas?

Neste momento estão abertas as candidaturas para a 3ª edição. As candidaturas devem ser feitas online no portal UPSkill até final do mês de dezembro. As primeiras ações de formação terão início no primeiro trimestre de 2023. Contudo, para esta edição estão previstos dois ciclos de candidatura. Isto significa que, mesmo depois do 1º ciclo de formação, a direção do programa vai continuar a receber as intenções de recrutamento das empresas. Se a procura justificar, então será iniciado um novo ciclo de formações.

Antes de se candidatar, deve consultar as formações disponíveis aqui. Como o projeto decorre em parceria com algumas instituições de ensino, as formações não estão disponíveis em todas as zonas do país. Para além disso, deve também consultar a descrição de cada formação aqui. 

Se lhe restar qualquer dúvida, aconselhamos que consulte:

_

Leia também: TAXEDU – Portal educativo sobre impostos

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes

Comentar

Outros Conselhos do Consultor

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *