Construir Casa: tenha atenção a estas 5 etapas

Escrito por Conselhos do Consultor

24.04.24

}
7 min de leitura
Construir Casa - Etapas mais importantes

Tem o sonho de construir uma casa própria? Conheça as etapas às quais deve dar especial atenção.

Construir uma casa é o sonho de muitas famílias. A possibilidade de planear cada canto da casa consoante as suas preferências e necessidades é, sem dúvida ,algo muito aliciante. Contudo, este também pode ser um grande desafio devido à burocracia associada e ao investimento associado. Mas não é por essa razão que deve desistir do seu sonho. Deve sim ter o cuidado de fazer boas escolhas durante este processo para que no final tudo tenha valido a pena. Para o ajudar, reunimos neste artigo 5 etapas fundamentais que deve ter em conta antes de construir casa.

Construir Casa – 5 Etapas importantes

1. Procurar terreno

Uma das primeiras etapas para quem vai construir uma casa de raiz é encontrar um terreno. Se já tem um terreno, deve começar por confirmar a viabilidade para construir nesse local.

Se por outro lado precisa de comprar um terreno, então deve fazer uma escolha bem ponderada e sem pressas. Mais uma vez, certifique-se que o terreno está inserido numa área autorizada para construção. Para isso, deve fazer um Pedido de Informação Prévia (PIP) junto da Câmara Municipal onde se insere o terreno. A partir desse pedido, consegue saber se está ou não autorizado a construir e quais são os condicionamentos legais (por exemplo, se existem restrições à construção). Esse pedido pode ser feito por qualquer interessado no terreno, não sendo exclusivo ao proprietário.

Depois, é necessário analisar com cuidado os acessos e qualidade do terreno. Confirme o acesso às linhas de saneamento e de eletricidade e todas as condições do terreno como o tipo de solo ou declive. O ideal é contar com a ajuda de um profissional entendido nesta matéria para evitar surpresas negativas no futuro.

Por fim, não se esqueça também que a localização terá influência no valor a pagar. Um terreno próximo da cidade ou da praia, por exemplo, à partida será mais caro do que um situado numa zona rural. Contudo, não deve olhar apenas para o preço no momento de decidir. Lembre-se que está a construir uma casa que poderá ser para a vida toda e localização e acessibilidades fazem toda a diferença no dia a dia.

_

Leia também: Procurar Casa – 6 Dicas essenciais

2. Projeto de arquitetura

Outra etapa importante na construção de casa é o projeto de arquitetura. Esta é sem dúvida uma das etapas que suscita mais entusiasmo e que exige algum tempo. Por isso, é fundamental que escolha com cautela o arquiteto. Analise o portefólio do arquiteto e peça referências a outras pessoas. Uma boa dica é encontrar um arquiteto que já tenha experiência a trabalhar com o município em que o seu terreno se insere. Como as normas de construção variam de município para município, isso vai ajudá-lo a poupar muito tempo e dores de cabeça.

Depois de escolher, será então necessário realizar um levantamento topográfico e o projeto de arquitetura. Tudo isto deve ser aprovado pela Câmara Municipal. Com tudo devidamente aprovado, passa-se à entrega dos projetos de especialidade, ou seja, os projetos de esgotos, água, gás, comunicações, eletricidade, entre outros (isto não se aplica se o terreno fizer parte de um loteamento com alguns projetos já aprovados). Por fim, a Câmara Municipal atribui ou não a licença de construção.

_

Leia também: Simplex Urbanístico – O que muda no licenciamento urbano

3. Escolha do empreiteiro 

Tão importante como escolher um arquiteto, é escolher a empresa responsável pela construção. Mais uma vez, é essencial perder algum tempo na escolha para garantir que a empresa é de confiança. Peça recomendações a outras pessoas e, antes de avançar, certifique-se de que a empresa está legalmente autorizada a desempenhar a atividade.

Pode também usar a base de dados do Instituto dos Mercados Públicos do Imobiliário e da Construção (IMPIC) para confirmar as empresas detentoras do alvará de construção.

Não se esqueça que, antes de avançar, deve garantir que tudo está em conformidade com a lei e que as condições acordadas estão devidamente documentadas (por exemplo: prazos e pagamentos).

_

Leia também: Casa Pronta – Serviços relativos à aquisição e registo de imóveis

4. Orçamento

Ter um orçamento bem estruturado e realista é outra etapa essencial para quem vai construir casa. É necessário considerar várias despesas e prever o máximo de cenários possíveis para evitar surpresas negativas. Deixamos-lhe a seguir algumas dicas para criar o orçamento:

  1. Saiba exatamente quanto pode gastar: analise a sua situação financeira, profissional e familiar para perceber a disponibilidade financeira para este investimento. Seja realista nessa análise para evitar ficar numa situação financeira complicada;
  2. Analise com cuidado o valor do terreno: na escolha do terro procure saber se o valor é justo. Para isso, informe-se sobre o valor dos terrenos e casas envolventes. Depois, não se esqueça que o preço por metro quadrado varia consoante a zona e a diferença pode ser muito significativa;
  3. Seja realista no projeto da casa: é perfeitamente natural que queira uma casa com uma boa área exterior, várias divisões e com tudo a que tem direito. Contudo, deve perceber se isso é compatível com o que pode gastar;
  4. Peça vários orçamentos: não fique por um orçamento. Contacte diferentes empreiteiros para encontrar a proposta mais vantajosa;
  5. Atenção aos métodos e materiais de construção: faça uma pesquisa sobre os diferentes métodos e materiais de construção. Entenda o que existe atualmente e quais os custos de cada um. Deve escolher materiais e acabamentos adequados à sua realidade financeira, sem deixar de lado a qualidade e durabilidade. Normalmente é neste ponto que acontecem as maiores surpresas negativas;
  6. Acautele imprevistos: ao longo da construção da casa é normal que aconteçam alguns imprevistos. Esses imprevistos podem significar gastos extra muito significativos. Por isso, não faça um orçamento “apertado”. Deve ter alguma folga financeira para estes imprevistos.

_

Leia também: Crédito Habitação – Quais são os documentos necessários?

5) Financiamento

A maior parte das pessoas que pensa construir casa, precisa de recorrer a um crédito para construção. Contudo, é preciso muita cautela nesta questão pois é necessário encontrar um equilíbrio entre o valor que se pede e o que se consegue pagar. Uma boa dica é calcular a sua taxa de esforço para perceber quanto pode assumir de crédito. Pode usar esta Calculadora de Taxa de Esforço gratuita para o fazer.

Depois, é necessário que perceba como funciona o crédito para a construção. Num crédito habitação para a compra de um imóvel, o valor é disponibilizado na sua totalidade. Contudo, num crédito para construção, o valor é disponibilizado consoante o avanço das obras. Ou seja, o dinheiro vai sendo disponibilizado em diferentes fases. Para além disso, neste crédito também se estabelece um prazo para que a construção comece. Já as restantes condições, como a percentagem de financiamento, prazo ou seguros, são muito idênticas ao Crédito Habitação. Por último, importa referir que alguns bancos só concedem o crédito para a construção. Ou seja, o crédito pode não contemplar a compra do terreno.

Antes de escolher o crédito, o ideal será pedir uma simulação gratuita de crédito para auto-construção. Desta forma recebe uma proposta de crédito adaptada à sua situação.

_

O conteúdo apresentado não substitui a necessidade de consultar entidades especializadas no assunto.

Quer receber os nossos artigos em primeira mão? Junte-se ao nosso grupo de WhatsApp ou Telegram!

 

Siga-nos nas Redes Sociais

Para si | Artigos Recentes

Comentar

Outros Conselhos do Consultor

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *